sexta-feira, 20 de julho de 2007

Nos tempos de ouro

quinta-feira, 12 de julho de 2007

Você tem sido uma pessoa privilegiada? O que você costuma fazer quando as coisas vão bem à sua vida?

Tudo que você tem lhe foi dado por Deus e isso é incontestável, concorda? Pense nas batidas de seu coração e esse argumento é suficiente para você se dar conta de quem dá e controla tais batidas não é você e nunca foi. Se você tem uma vida só de alegrias, estando bem financeiramente, nos relacionamentos, na saúde física e mental, você deve se considerar uma pessoa ricamente abençoada.

O perigo começa quando a pessoa abençoada esquece-se de quem concede tais bênçãos a ela, desencadeando um processo. Ela passa a confiar em suas próprias forças e a considerar o que tem como solução, em vez de lembrar-se que são somente instrumentos de solução nas mãos dela. A maior conseqüência disso é que ela pensa ser independente em todo seu trato.

É importante salientar que Deus deu a cada um a oportunidade de fazer suas escolhas. Lúcifer foi ricamente abençoado pela sua inteligência e poder, e então chegou a dizer em seu coração: "Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus e exaltarei o meu trono" (Isaías 14:13). A frase nos faz entender que Lúcifer se achou tão capaz que podia viver independente do seu Deus e escolheu um caminho de se afastar para sempre dAquele que é toda fonte de poder e felicidade para nossas vidas.

Por incrível que possa parecer, corremos o mesmo risco de querer ser Deus e abandoná-lo quando tudo vai bem. Deus nunca abandona a Seus filhos, nós é quem podemos abandoná-lo por acreditar em nossa auto-suficiência. No entanto, saiba de que somos pó, conforme a Palavra diz: "E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente" (Gênesis 2:7). Qual a implicação direta dessa afirmação?

Torna-se impossível para o ser humano construir uma vida sólida sem a presença de Deus, porque o sólido está em Deus. E a vida irá mostrar a cada um, muito provavelmente através da dor, das lágrimas e do sofrimento que uma vida sem Deus é uma vida vazia, falta algo para dar sentido ao que vivemos, simplesmente porque somos filhos de Deus. Sugiro alguns conselhos para você que está vivendo tempos de ouro:

1)Se você está distante de Deus, se aproxime dEle através do estudo de Sua Palavra, conhecendo mais Aquele que fez os céus, terra, mar e as fontes das águas e você irá num primeiro momento se apaixonar e num seguinte momento amá-lo, não tem como ser diferente para quem conhece o Senhor do Universo;

2)Procure contar todas as suas alegrias a Deus para que você receba bençãos maiores. Deus abençoa a todos, mas aqueles que oram, recebem uma benção especial;

3)Nos tempos de felicidade estabeleça bases, fortalecendo seu relacionamento com Deus, e assim quando vier tempestades, porque Seu Filho disse: "... no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo"(João 16:33), você estará mais forte para enfrentá-las porque estará confiando plenamente em Deus.

Não deixe para amanhã escolher buscar Deus, incline-se a Ele hoje e certamente continuará recebendo mais bençãos de quem ama você com um coração imenso e fará todo o impossível para ver você feliz em todas as esferas de sua vida. Experimente viver e compartilhar com Deus seus tempos de ouro e os resultados certamente virão.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.