sexta-feira, 20 de julho de 2007

Temas de Junho

quarta-feira, 27 de junho de 2007


Fé real

Sabemos que a fé é a certeza das coisas que irão acontecer. A dúvida implica em sua ausência ou falta de. No entanto, como se aumenta a fé? É isso que desejo refletir com você, um ponto de vista, mas lembre-se, ele não é único.

Quando falamos de religião muitos associam a idéia a centenas se não milhares de denominações, mas religião em sua essência é se religar a Deus, nada, além disso. Você se recorda que o ser humano vivia em íntimo relacionamento com o Criador, mas com sua desobediência, essa conexão foi cortada e desde então vivemos confusos com a realidade. Se religar é voltar a partilhar sua vida com Aquele que faz seu coração pulsar a cada segundo.

Uma pergunta sempre sonda minha mente, talvez aconteça com você também: Como acreditar e confiar em alguém que nunca você viu, ouviu ou tocou? É para pensarmos, mas considere que no princípio, o homem olhava para Seu rosto e ouvia diretamente Sua voz e mesmo assim não confiou nEle.

A Bíblia, esse livro antigo, que com frequência é questionado se é verdadeiro, revela quem é o seu Deus, que propósitos Ele tem para você, o que é preciso para se viver bem e feliz nessa vida mesmo em meio às adversidades, folhas secas ou pedras que surgem bem diante dos seus olhos. Ler seu conteúdo faz um bem memorável à alma, mente e coração, mas não é suficiente para se viver uma fé real com Deus.

O mundo é repleto de pessoas que conhecem bem a teoria da existência e da presença de Deus em todas as coisas. No entanto, se não nos colocarmos nas mãos desse Pai amoroso e carinhoso, por mais que a gente ouça, leia sobre Ele, nossa fé não irá longe. É preciso seguir alguns passos no fortalecimento dessa fé:

1 - Divida cada problema seu com Deus, contando detalhes a Ele. Não tente resolver por si só, você é incapaz. Todo ser humano deve ser dependente de Deus se quiser obter sucesso em sua vida em todas as áreas, do contrário pode até prosperar, mas não será perene;

2 - Confie que Ele pode lhe ajudar, não no tempo que você deseja, mas no tempo determinado por Ele e acredite esse tempo é melhor, por isso peça sempre que ajude você a aceitar o que está lhe acontecendo;

3 - Ore muito. Embora Deus saiba com detalhes do que você precisa ou situações difíceis que está atravessando ou ainda dúvidas que atormentam sua mente, aqueles que oram recebem uma benção maior dos que não escolhem compartilhar com Deus. Ele ama a todos, mas quem decide ir até Ele recebe bênçãos maiores e especiais.

A fórmula para uma fé real é simples, por ser tão simples, muitas vezes a complicamos. Procure dividir seus problemas com Deus, pedindo a Ele que lhe ajude nesses problemas e por último aprenda a confiar plenamente e como conseqüência, as coisas irão começar a acontecer em sua vida. Experimente e vivencie uma fé real com quem fez os céus, terra, mar e tudo que existe, incluindo você, ser especial e muito amado por Deus.

quinta-feira, 21 de junho de 2007


Ondas

A vida existe para ser compartilhada. Foi sugerido na Criação que uma pessoa não permanecesse sozinha, mas tivesse uma companhia. E desde então, há o desafio para que duas almas possam viver bem e felizes.

Dentro de um relacionamento são vivenciados conflitos, idéias que divergem, hábitos que muitas vezes você em seu interior abomina no outro. E lembre-se, são duas variáveis que andam e respiram, e, portanto, suas vidas são influenciadas a cada minuto, senão segundos, por amigos, família, escola, igreja, trabalho, mídia e ainda outras fontes mais.

Por conseqüência, muita coisa ocorre na mente e no coração das pessoas que somente Deus tem conhecimento do que se passa ali. No entanto, percebemos que existem ondas que nos acompanham quando nos relacionamos. Cada pessoa apresenta uma onda e interage com outras. As ondas nos ajudam a entender cada momento difícil e também prazeroso.

Quando duas pessoas se conhecem e encontram afinidades, suas ondas vão ao encontro da outra. À medida que descobrem mais do outro e são boas descobertas para o que desejam naquele momento, essas ondas se aproximam até atingirem um ponto de encontro, onde se juntam, mas a permanência não é perene.

Em um dado momento, uma ou ambas irá romper essa junção e se afastará, porque a vida está continuamente agindo sobre nós. A onda que ficou para trás pode decidir ir em direção à que se afastou. Qual seria a razão dessa escolha? Porque a pessoa pensa nas coisas boas que vivem quando suas ondas se encontram. Então, um processo se inicia que pode levá-las uma em direção da outra até o momento da união e depois voltam a se afastar.

A vida nesse mundo é composta por ondas que vem e vão. Nesse contexto é preciso exercitar o amor princípio, amor esse que pensa. O amor princípio fará você contabilizar se continua valendo a pena ir em direção da outra onda sempre que ela se afastar, porque ela irá se afastar mais cedo ou mais tarde. As pessoas que não aplicam o amor princípio em seus relacionamentos têm chances de ficarem juntas, mas por uma obrigação ou pressão externa, não por amor. E, portanto, embora juntas, estarão distantes uma da outra.

Deus é um Pai de amor, não amor sentimental, como a maioria conhece, mas um amor que pensa. Ele sempre considera o que é bom para você, conhece sua vida e seus planos, sabe das dúvidas que permeiam seu coração, seus medos e das muitas vezes em que vê, com dor, você se afastando ou distante dEle, mas mesmo assim não desiste, porque Deus através desse amor, sabe que vale a pena lutar para que você viva dentro do Seu coração.

Faça de seus relacionamentos o mesmo, considere o amor princípio, não escolha pela emoção e pense o quanto é agradável ou não continuar investindo no tempo que você permanece com a pessoa que ocupa sua vida porque é a chave para relacionamentos duradouros e significativos.

sexta-feira, 15 de junho de 2007


Tempestades

Nossas vidas se defrontam com tempestades e não há como escaparmos delas. Existem situações onde as coisas só parecem dar errado. Todavia, você já ouviu o princípio 90/10? Segundo esse princípio, 10% do que lhe acontece, você não tem controle, mas os outros 90% estão em suas mãos. A implicação imediata é que você escolhe como deseja ser o seu dia, e, portanto as suas reações a cada ação circunstancial.

Outra tempestade comum são as relacionais. Ela nos traz sofrimento, angústia e preocupações. O ser humano deseja ser feliz e ficar bem com as pessoas aos quais se relaciona. No entanto, de tempos em tempos vivemos situações relacionais e então ficamos sem saber o que fazer e terminamos agindo no impulso, postura que você deve evitar.

E uma tempestade presente ao longo da vida são as emocionais. Aquela que caminha com você desde a infância até o dia em que seu ciclo chegará ao fim. Ela é formada por sentimentos profundos de inquietações, incertezas, dúvidas, ansiedades, medos do desconhecido.

Toda tempestade, seja ela da natureza que for é sempre importante alimentar em sua mente que elas são inevitáveis, não tem como você evitá-las e são imprevisíveis também, você não sabe quando lhe acontecerá uma.

Nesses momentos você pode reagir de duas maneiras: com medo ou confiança em Deus. Apesar de você não conhecer quando uma tempestade irá embora, escolher manter a confiança trará conforto e paz à alma. Dúvidas e questionamentos derrubam qualquer fé, pois segundo as sagradas letras: "A fé é a certeza das coisas que se esperam".

A fé tem muito a ver como enxergamos nosso Deus. Você, quando criança, possuía uma confiança singela em seus pais. Então procure fazer o mesmo com relação ao Pai que habita nos Céus e se importa com você, simplesmente porque lhe ama, e qualquer situação por mais difícil que seja, aconselho:

1 - Aproxime-se de Deus, através da contemplação da natureza, do pôr do sol, do silêncio e de uma conversa com Ele;
2 - Se entregue a Deus, como um filho se entrega ao pai quando está no alto de uma estante e se joga com a certeza que o pai irá lhe segurar com firmeza;
3 - Aprenda a confiar no controle de Deus para todas as coisas que lhe aconteçam e assim aquiete seu coração.

Um problema que se sucede a você torna-se de fato um problema pelo sentimento de medo que ele desperta. Mas a solução sempre estará olhando para cima com olhos de fé, pois absolutamente tudo, está no controle de alguém que desde o princípio observa cada filho Seu e deseja imensamente que suas tempestades passem e tenha certeza no seu coração, elas passarão.

sexta-feira, 8 de junho de 2007


Tempo de tudo

Já parou para pensar que sem o tempo sua vida não seria a mesma?

O tempo é uma das variáveis mais desconhecidas e também intrigantes. Temos curiosidade em conhecer o futuro, em saber o que irá nos acontecer e quem afirma o contrário, está no mínimo se enganando, porque existe um desejo ardente dentro de nós de saber o amanhã.

Se você refletir um pouco é provável que vá chegar à mesma conclusão: passamos a maior parte de nosso dia oscilando entre o passado e o futuro, e deixando de viver o momento presente, que, aliás, é o único tempo real à nossa disposição. Agora quais são as conseqüências de nossa postura osciladora? Perdemos o tempo ou o time das coisas que estão acontecendo ao nosso redor.

Devemos analisar o ponto acima quando pensamos em tempo, no entanto, existe outro. O tempo é o maior responsável por mexerem em nosso queijo. Aquele jeito e hábito desenvolvido que estamos acostumados de lidar seja no trabalho, na vida familiar ou afetiva. As coisas passam e sempre passarão enquanto estivermos neste mundo, composto de tristeza, angústia, inseguranças, mas feito também de esperança, paz e amor.

Muitas vezes um problema que parece não existir solução só pode ser resolvido com o tempo. Por mais que tentamos dar um jeitinho, ele acaba piorando aquilo que vivemos. Isso já não aconteceu com você? Posso afirmar com propriedade que o tempo cicatriza feridas, dá respostas que no imediatismo não obtemos.

Um conselho que aprendi nesta vida: procure não perguntar por que as coisas estão acontecendo com você da forma que estão acontecendo, mas tente olhar para Deus e pedir como um filho que pede algo que só o Pai pode dar. Peça que ajude você a aceitar o tempo que está vivendo. Aceitar o que nos acontece nos traz conforto e paz ao espírito, mesmo que sejam momentos difíceis.

Salomão, a pessoa mais sábia que já existiu nos deixou uma mensagem valiosa, ela diz: "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de chorar, e tempo de rir; Tempo de abraçar, e tempo para não abraçar; Tempo para ficar triste, e tempo para pular de alegria; Tempo de odiar, e tempo de amar".

A passagem na Bíblia relata todos os tempos, mas eu quero me ater no seguinte: tudo tem o seu tempo, isso é uma garantia de que Deus está no controle de todas as coisas, a gente querendo ou não. E quem aprende a confiar nesse Deus, sabe que no tempo certo as coisas irão se ajeitar, sem pressa, sem querer se antecipar àquilo que não se pode e nem se deve antecipar.

Viva hoje o tempo que você tem para viver e que está à sua frente, deixe o amanhã trazer as suas próprias preocupações e direcione seus olhos para cima, com a certeza de que para Deus não existe tempo que Ele não pode dar.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.