domingo, 25 de novembro de 2007

Impotência


Você já se sentiu impotente diante das situações que lhe sobrevém? O que fazer quando parece não existir saída?

As pessoas continuam a acreditar em seus íntimos serem senhores de suas vidas, capazes de dar soluções aos problemas da melhor maneira que podem. Como conseqüência da tórrida insistência, permanecem acumulando dores e lágrimas.

O que fingimos não ver é que você e eu somos impotentes diante dessa vida. Lutamos em aceitar que somos limitados em pensamentos e ações, e isso nos enlouquece nos tirando literalmente de nossos eixos.

Nas incontáveis surpresas aparentemente ruins que recebemos como respostas às nossas escolhas e atitudes, queremos agir, não há tempo para esperar um pouco, somos imediatistas, exigimos respostas pra tudo agora, o amanhã está muito distante, assim pensamos.

Então, quando não mais encontramos saídas, podemos:

1) Abandonar a vida e passar a viver como se tudo fosse fruto do acaso, acompanhado da falta de prudência com nosso corpo, mente e espírito;

2) Entregar-nos a Deus, mas com certas restrições.

As restrições certamente existem porque insistimos sermos senhores de nossa vida, mesmo quando queremos nos enganar parecendo viver em relacionamento com Deus, quando na verdade estamos vivendo a teoria, não a prática experimentada.

É difícil para nós aceitarmos que somos impotentes, que nossa capacidade é limitada e que devemos ir ao encontro de Alguém maior, que sabe tudo e pode tudo. É mais complicado ainda, pegarmos na mão de Alguém que não vemos, mas que está ali nos acompanhando e quando choramos, Ele também chora.

O Filho disse: “Sem mim nada podeis fazer”. A nossa fortaleza e estratégia para solucionar os problemas mais impossíveis à nossa limitada visão está na manutenção de um relacionamento autêntico com Jesus. Onde você se coloca inteiramente no colo desse seu irmão que chora por você diante do Pai, pedindo, implorando que te socorra das tempestades e temporais da vida.

Não duvide: você e eu somos impotentes e Deus pode fazer mais por você, basta se entregar em Seus braços. Ele abriu o Mar Vermelho para que Seu povo, impotente diante da falta de saída, fosse salvo de seus inimigos, Ele também está disposto a abrir o Mar Vermelho de sua vida, se você pedir e permanecer com sua mão agarrada às mãos desse Pai amoroso e que nunca falhou em suas promessas.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.