sábado, 26 de janeiro de 2008

Quem muito adia, perigo corre


Você tem alguma coisa que está adiando? Por que não se decide?

Já sabemos que nos relacionamentos sempre existe uma escolha. Permanecer sem dar um rumo à sua vida não deixa de ser uma escolha. Nos acostumamos a adiar decisões importantes para nossa vida.

Adiamos porque temos medo de enfrentar os riscos que tais decisões trazem bem como suas conseqüências. Todo alto ganho envolve aposta, e somente aqueles que sabem realmente o que querem aceitam o desafio. Pergunto: Por que continua adiando? O que te prende? O que te assusta? Ou existem motivos mais sutis que prendem o ser humano no adiamento das coisas?

De fato nos confrontamos com um perigo maior ao adiarmos decisões que precisam ser tomadas. É o perigo de entrarmos em uma zona de conforto, nos acomodando com a situação não resolvida e irmos empurrando com a barriga escolhas que farão a diferença: viver ou perecer.

Quem não gosta do conforto, da situação cômoda, como exemplos: primeiro tenho que acertar minhas dívidas para então assumir o compromisso com o dízimo a Deus. Podendo ser mais grave: primeiro vou resolver os problemas da minha vida, depois irei seguir a Deus.

Além de citar aqueles que se apegam ao pensamento, e pensam, pensam e pensam mais, e nunca agem. Permanecem na inércia que alimentam suas vidas sem grandes apostas, e portanto sem muitos ganhos significativos. Estou falando a você hoje que vive uma situação de inércia psicológica?

É importante pensar, não quero tirar o mérito disso, é de suma importância que tomemos decisões apoiados na razão e não na emoção, no entanto, devemos seguir o que o nosso coração pede e agir, somente assim correremos o risco de realmente sermos felizes nesse mundo. Analise tudo friamente e aja pedindo a orientação do Espírito Santo em suas decisões.

Deus é amor, verdade, misericórdia e justiça. Ele é reto em tudo que faz e deseja ardentemente que você faça escolhas que lhe trarão qualidade de vida e não a sua perda. O contínuo adiamento é com freqüência uma perda gradativa de sua vida, a maior riqueza que você tem, acredite.

Seu passaporte para a vida eterna já está pago e reservado a você. O que lhe falta para buscar? Continuar tentando relacionamentos que só lhe trazem angústia, amargura, sendo que Deus está mostrando uma saída pra sua vida. Talvez algo que você precisa realmente largar mas tem medo de deixar, porque não conhece o futuro, não vê aparentemente outra opção.

Realmente não sei o que lhe falta para se decidir hoje por um caminho melhor, mas lembre-se que a vida que você vive é uma única vez, não terá outra chance, o tempo está passando, decisões precisam ser tomadas, não adie, não se coloque numa área de conforto onde quem é mais prejudicado é você mesmo.

Ore ao Deus que lhe acompanha todos os dias, peça orientação, sabedoria para lhe dar paz, paciência e domínio próprio, isso mesmo, suplique pelos frutos do Espírito Santo e certamente esse Deus grandioso que lhe ama incondicionalmente abrirá o mar vermelho e lhe mostrará uma saída que te levará a verdadeira felicidade e a viver relacionamentos mais significativos e saudáveis para você.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.