sexta-feira, 23 de maio de 2008

Brasas em cinzas


Começar um relacionamento com Deus acontece sem nos darmos conta. É Ele quem nos procura na ocasião mais apropriada. E quando então aceitamos, estendendo nossa mão à poderosa do Todo Criador, somos transformados.

Com nova vida, sentimos mais vontade de fortalecer nosso relacionamento com esse Pai amoroso. Buscamos conhecimento de Deus através do Seu livro, contamos as maravilhas que Ele tem feito a outras pessoas, nos ajoelhamos para manter uma conversa sincera e suplicante aos Céus.

O interessante notar é que Deus é fogueira intensa, chama viva. Você e eu somos brasas. Quando buscamos a Ele não importa o meio, essa nossa brasa se aproxima mais e mais da fogueira, e então queimamos de alegria, esperança e paz. Enquanto permanecemos juntos à fogueira, nossa brasa se mantém viva, forte e vermelha de tão ardente que fica.

A vida prossegue, e no caminho, circunstâncias surgem desde eventos externos a revoluções interiores provocadas por reflexões, dúvidas, medo também. Já aconteceu com você? E no meio disso tudo, você se afasta das coisas de Deus, deixa de procurá-lo intensamente, ainda olhando para fora, talvez esteja igual, mas no coração, a distância se alarga mais e mais.

Você se afasta como a brasa se afasta da fogueira. Ela vai perdendo a cor vermelha até assumir o papel de cinza. É um processo, portanto leva tempo, mas acontece quando nos distanciamos ainda que só no coração, das coisas lá de Cima.

Então, você, ser humano, procura se justificar a si mesmo por que do afastamento. Eu afirmo, não importa o motivo, você está correndo o risco de sua brasa virar cinza. Não existe uma regra para se aplicar nessas situações. Deus conhece seu coração, sabe o que está passando e respeita seu momento. O que fazer?

Você perceber que sua brasa se afasta da fogueira divina já é um grande passo. Pode ser que ainda não tenha vontade de fazer muito para mudar a situação. Deus sabe de suas limitações temporais. O maior conselho é contar tudo a Deus, confessando que sua brasa não tem forças para permanecer próxima dEle agora, e assim pedir auxílio para se reaproximar de Sua fogueira.

A vida com Deus é difícil, todavia, sem Ele se torna impossível. Nossa brasa certamente virará cinza se não nos colocarmos próximos à fogueira do caloroso Pai que nunca deixa um só filho Seu. Ele conhece Suas ovelhas, e se uma se perde, sai numa busca frenética para recuperá-la e trazê-la de volta aos Seus braços protetores, a ponto de se fazer humano, vir a uma prisão e morrer para salvar você e a mim.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.