quarta-feira, 30 de julho de 2008

No deserto


Você já percebeu o quanto é difícil estar no deserto da sua vida? Acordamos, levantamos na pressa, fazemos nosso desjejum, nos arrumamos e vamos para o trabalho viver um dia de lutas e vitórias. Almoçamos, retornamos para nossas mesas e no fim do dia já exaustos fisicamente e mentalmente tomamos o caminho de volta para nosso lar. Esse é cotidiano de muita gente.

E o deserto, você esteve nele? O deserto é o momento a sós que você tem com seu Deus. Um tempo onde tudo pára ao seu redor, seus problemas, dificuldades, tristezas congelam enquanto você está em relacionamento com o Dono do Universo.

Saiba que para nos fortalecermos para o dia precisamos nos alimentar de Deus. Ele não é e nunca será muleta, Alguém que podemos nos apoiar com firmeza e confiança. Falo de Deus porque experimento do gosto dEle a cada manhã. Quem já experimentou não tem como negar a presença divina em todos os seus caminhos.

No entanto, para experimentar de Deus devemos estar no deserto. Ali encontraremos íntima comunhão com Aquele que pode tudo e está acima de todas as coisas. É importante que você encontre seu deserto para falar com Deus. Os grandes personagens da Bíblia iam ao deserto buscar, encontrar e falar com Deus. Assim deve você também fazer. Mas como?

O deserto pode ser o tempo que você reserva para Deus quando você acorda. Se você se levanta às 7 para se arrumar e seguir em frente com os desafios do dia, aconselho acordar às 5 para se colocar no deserto e receber a presença de Deus. Ele tem saudades de você, Ele deseja que você vá o deserto a cada manhã.

Também podemos encontrar o deserto quando estamos sós e sem nada para nos interromper. E no deserto o que você deve fazer? Se relacionar com Deus como todo relacionamento pede: conversando, ouvindo e deixando Deus falar ao seu coração também através da Sua rica Palavra.

Uma vez no deserto, ore, clame a Deus que ouça suas súplicas mais secretas. Ore muito, não cesse de orar, porque Deus se agrada dos que o buscam insistentemente. E Ele afirma mais: “e tudo quanto em oração você pedir, acredite que já recebeu e então lhe será dado” (Marcos 11:24). Guarde para você: sem fé é impossível agradar a Deus e com ela você pode ganhar reinos, vitórias e infinitas bênçãos. Pois muito pode a oração do justo, Deus a ouve e atende sem demora.

Vá hoje ao deserto da sua vida e tenha uma experiência real com Deus. Eu posso falhar, você pode falhar, o outro também pode falhar, mas Deus nunca falha e jamais falhará nas promessas que tem para a sua vida.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Areias da vida


Nossa vida é repleta de coisas boas, que produzem crescimento, amadurecimento, e também estão presentes elementos ruins, que tendem a destruir corpo, mente e alma. A esse último conjunto desenvolvo a reflexão de hoje.

No princípio, homem e mulher conversavam com Deus e o viam. Que privilégio contemplar a face do Criador. Mas o ser humano não se contentando com o que havia de melhor em sua vida, buscou obter mais, e aí você e eu conhecemos o final da história.

Da desobediência, o pecado entrou e convive conosco todos os dias até que o Filho prometido venha pela segunda vez ao mundo de tribulações e enxugue nossas lágrimas, pois Ele fará isso em breve. Essa deve ser a nossa esperança alimentada a cada primeira hora da manhã.

Acontece que o efeito do pecado em nossas vidas gera o que conhecemos por culpa. Sentimento estranho, sem identidade, cujo único propósito é levar você e a mim à destruição tão ansiada pelo Inimigo. Deus não coloca e nunca colocou culpa em nós, porque Ele é amor. São nossas ações e escolhas, desencadeadoras desse sentimento nefasto.

No entanto, pela vinda de Deus na pessoa de Jesus, Ele nos deixou a mensagem que não há pecado que não possa ser perdoado. Quando reconhecemos nossos erros e os colocamos aos pés da Cruz, Deus é misericordioso e compassivo para escrever nossos pecados nas areias da vida e mandar o vento levá-los para sempre.

Quando há arrependimento, Deus perdoa, e esquece o que ficou para trás. Note, Ele esquece, porque para Ele o que mais importa é a sua felicidade e firmes passos rumo às mansões celestiais. Há um lugar pra você além do rio, onde Deus e Seus anjos te esperam, não tenha dúvidas da promessa.

Peça ao Espírito Santo que interceda fortemente na culpa que você carrega. Ele fará a obra de remoção desse sentimento de sua mente. Porque para Deus tudo é possível, se é tudo, é porque é cem por cento.

E no momento em que sentir que seus pecados já escritos nas areias foram levados pelo vento, a paz inundará seu ser, a tempestade então passará, o mar de suas emoções voltará a se acalmar, uma luz brilhará sem igual em seu coração e você se convencerá que Jesus está presente em todos os seus caminhos.

Meu desejo é que o Espírito de Deus interceda agora pela culpa que possa estar atormentando você, seja ela qual for. E em nome do precioso Jesus, peço que receba novamente conforto espiritual, alegria e paz em sua vida. Que Ele abençoe e guie você por terreno plano e preserve seu coração por amor do Seu nome e por amor da justiça (Salmos 143).

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Adoração enganosa


O ser humano é normal, erra, cai, luta, precisa. Você e eu somos assim. O que então acontece quando colocamos toda nossa alegria em uma pessoa? Quais as conseqüências que a valorização excessiva por alguém nos traz?

Pela vida, hoje temos quem queremos próximo, amanhã podemos não ter mais. Se a sua alegria se baseia unicamente na presença da pessoa que gosta, então você tem problemas, mas não se preocupe, há solução.

Os problemas existem porque você é muleta, a outra pessoa também é, e com duas muletas, torna-se impossível se apoiarem uma na outra. É injusto você se alimentar da outra pessoa para poder sobreviver. Ela não tem condições de lhe oferecer tal suporte, sufoca e se assusta. Além de, quando você busca essa sustentação, você está endeusando alguém.

Há o perigo de você tirar Deus do trono, e colocar a pessoa que te sustenta. “Adore somente ao Criador, e não à criatura”. É o sábio conselho da Bíblia. O outro problema existe porque ao valorizar demais uma pessoa, e ela ser, portanto sua condição de alegria, se partir, a alegria vai junto, e você entra em tristeza, e todos os males físicos e psíquicos que um término de relacionamento pode trazer se não cuidados.

Observe que idealizar alguém é dar poder demais a uma pessoa tão normal quanto você e eu. É fazer dela o seu deus, e não Aquele que fez Céus, Terra e Mar e está no comando da sua vida. Dê cultos, adoração ao único Deus verdadeiro. A quem você ama, valorize, mas com ponderação. Também não seja ausente, tudo na vida é preciso equilíbrio. Lembre que as pessoas não são super heróis, e simplesmente humanas.

Para diminuir a valorização que você coloca em alguém, o primeiro passo é retirar boa parte do poder que você concedeu a essa pessoa. Não permita que alguém determine como você deve se comportar. Segundo, para se lembrar que o outro é tão humano quanto você, imagine essa pessoa sentada num vaso sanitário fazendo a mesma coisa que você faz todos os dias. Não é tão normal e limitado quanto você?

Peça então a Deus o fruto do Espírito Santo, chamado alegria. A alegria que deve viver em Deus, no sacrifício que Jesus fez por você na Cruz. Alguém sem pecado, levou sua culpa para sempre. Você e eu somos a Cruz que Jesus carregou. A dívida está paga, basta você aceitar o pagamento.

Essa deve ser a nossa alegria: saber que há um Deus todo amor que está ali pronto a estender Seu braço e lhe ajudar. Alguém que quer falar ao seu coração, que deseja alcançar com Sua voz os conflitos que você tem. Busque insistentemente a esse Deus, faça de Deus o seu único e verdadeiro Deus, aquele que te sustenta e te suporta em todos os seus caminhos e assim a alegria estará em você.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Digno Amor


Amor, a palavra mais ansiada pelos seres humanos. Queremos experimentar, viver, sentir, receber e dar amor. Muitos escritores tentaram e ainda tentam descrever o amor, no entanto, não existem palavras no dicionário que expressem na essência o que é amor.

Para um relacionamento ser sólido, bom e agradável é preciso muita coisa. São ingredientes indispensáveis para se chegar na massa e no bolo perfeito. Entre eles, a liberdade. Você e eu queremos ser amados por uma escolha de alguém, que tenha a opção de não nos amar. Isso se chama digno amor.

Dar liberdade ao relacionamento exige confiança em si e na outra parte. Implica em não duvidar, não questionar, mas aceitar a verdade que lhe é apresentada. Não existe relacionamento que dê gosto viver, sem liberdade.

Com a liberdade, se corre um risco que muitos lutam para evitar: a perda. Aqueles que vivem com esse medo utilizam do controle às vezes sutil, outras, possessivo, para manter o relacionamento. Não importa o nível de controle que se faça, o desgaste será gradual e destrutivo para todas as partes.

O conselho é procurar meios para afrouxar tal controle dentro de seu relacionamento. É a única maneira de mantê-lo, não existe outra saída saudável. Você pode tentar, mas todo seu plano sairá frustrado. Se estiver difícil, busque na terapia um braço e em Deus a força para conseguir.

Nosso maravilhoso Deus através de Sua Carta a você e a mim, nos conta mais sobre o amor. “O amor é paciente, é benigno, não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. (1 Corintíos 13)

Deixar o outro livre para escolhe ficar ou partir é a condição essencial para se viver um digno amor. Por mais que você abrace forte uma pessoa, é só abrir seus braços e ela vai embora. Viver o digno amor implica em confiar antes em você mesmo e simplesmente amar.

Deus faz isso com você. Ele te ama, mas não força que fique com Ele, porque te deu a capacidade de escolher. Seu prazer está em deixar você livre para escolher amá-lo. Não se preocupe, Ele te ama mesmo sabendo que você ainda não o ama. Porque quando você conhecer quem é Deus, não há como não amá-lo, é insano recusar a esse amor, e loucura para quem observa de fora seu amor por esse grandioso e majestoso Deus.

Paulo, apóstolo de Jesus, disse: “de todas as coisas, a mais importante é o amor”. Você deseja hoje desenvolver amor por Deus? Dê o primeiro passo. Vá a uma igreja e ouça: “Um feliz sábado para você”. Que Deus abençoe seus caminhos e confie, porque Ele sempre está no controle de todas as coisas, mesmo quando tudo parece indicar o contrário.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Descanse


Durante a experiência de entrega, o verbo que você e eu devemos praticar é descanse. Descansar é a certeza que as coisas irão se ajustar.

Descanse porque Deus está cuidando de tudo. Quando tomamos o Salmo 37 para refletir, observamos ali momentos que Deus fará o que você não mais pode fazer por você mesmo e nem por quem você ama.

Você olha para trás e há inimigos correndo em sua direção, olha para os lados e vê montanhas e à sua frente, um imenso e agitado mar. Para onde irei? Deus esqueceu de mim? São nessas circunstâncias que sua fé é provada e fortalecida perante anjos e o Universo.

Devemos manter a mesma confiança de Jó, aquele que tudo lhe foi tirado, e tudo lhe foi devolvido em grande abundância. Ele disse: “Sei que podes fazer todas as coisas Senhor, nenhum dos teus planos pode sair frustrado” (Jó 42)

Que segurança você eu temos ao saber que os planos de Deus para a sua e a minha vida irão se completar, porque para Deus nada é impossível. E guarde para você: “O que ninguém nunca viu ou ouviu, ou pensou que pudesse se suceder, isso foi o que Deus preparou para aqueles que o amam”.

Portanto, descanse de suas preocupações e lutas. Deus está no comando para que os planos reservados para você se realizem, e não duvide, são planos maravilhosos se assim deixar entregue teu caminho ao Rei dos Reis.

Descansar é tão importante que o próprio Deus fez tudo que existe de visível e invisível em apenas seis dias, e tomou o sétimo para descansar. “E abençoou o Senhor o dia sétimo, e o santificou, porque nele descansou da obra que, como Criador havia feito” (Gênesis 2)

Separe o sábado para descansar, ele é o dia da alegria. Use e abuse desse dia para se relacionar com a família, amigos, testemunhar do amor que transborda de Deus em sua vida. Tenha um encontro especial com a fonte ilimitada de poder. Deus pede isso de você, não obriga, apenas pede e fica imensamente feliz cada vez que você e eu aceitamos o convite para descansar.

Se estiver difícil descansar de seus problemas e tornar o seu sábado um dia de descanso, peça a Deus que lhe ajude, suplique, clame e Ele lhe ouvirá, porque descansar é o que Deus mais deseja que você faça. É a plena certeza que você confia nas ações do majestoso e glorioso Pai que nunca falhou em cada promessa Sua.

Vá à casa de Deus e ouça em seu coração com muita alegria: “Um Feliz Sábado para você”. Aqueles que descansam no sétimo dia, são os que acreditam no advento, ou seja, retorno do Filho de Deus a esse mundo, e por misericórdia divina, esse dia está mais próximo de acontecer, portanto, descanse.

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.