quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Sede e água, uma combinação quase perfeita


Quem já não passou sede? E como é bom beber água para matar aquela sede que parece queimar o corpo, desligar as engrenagens que movimentam o seu eu.

No entanto, falo de outra relação sede e água, uma que se aplica aos relacionamentos e que se bem compreendida, poderá trazer frutos à sua saúde. Sabia que é possível ver um relacionamento através da sede e da água?

Na vida, tudo é uma questão de equilíbrio para se viver em harmonia. E, portanto, é preciso existir equilíbrio entre a sede que surge e a água que será disponibilizada pra matar a mesma sede.

A sede são as necessidades emocionais que um ser humano pode apresentar. Ela se traduz na falta de atenção, na deficiência de uma boa conversa com alguém, da pobreza de elogios que tal pessoa está sendo alvo, e uma infinidade de necessidades sejam elas masculinas ou femininas.

E quando se tem sede, precisa-se de água. Portanto, a água é o que preenche, satisfaz aquela necessidade identificada. Todavia, você e eu sabemos que podemos beber muita ou pouca água. O nível de água que se bebe poderá matar a sede por alguns minutos, quem sabe horas, e talvez dias. Vai depender de quanta água será ingerida, para voltar a sentir sede.

Acontece que nos relacionamentos o processo também é válido e é nesse ponto que chamo sua atenção. Você tem que cuidar da quantidade de água que oferece para quem está com sede do coração. Muita água de uma vez, pode matar a sede, que é saudável a níveis aceitáveis. Não estou dizendo que você não deve matar a sede de quem você gosta, mas regular o volume de água que se coloca à disposição dela. Regular? Sim, porém a diferença é que essa regulagem será natural desde que monitorada com amor e não com coerção.

E somente através de uma boa regulagem da água, é que você poderá atrair quem tem sede para próximo de ti. O segredo está em quanto de água você vem dando para quem tem sede. Será que tem sido abaixo do necessário? Ou muito acima, a ponto de demorar bastante para a sede voltar? Já parou para pensar o quanto você tem dado de água para quem você deseja próximo de si?

Portanto, a combinação é quase perfeita, porque depende de um sábio equilíbrio de regulagem que só você poderá identificar para se viver relacionamentos mais saudáveis. Mas tem Alguém que pode lhe ajudar. O Espírito Santo está pronto a lhe ensinar a dar de beber a quem tem sede na medida certa, basta pedir a orientação a Ele, não tem mágica, e sim, a boa e saudável prática da oração.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.