domingo, 29 de novembro de 2009

Sob a proteção da nuvem


Não sei como você se sente agora. Que problemas, dificuldades estão atrás te perseguindo, ao lado e diante de você. Não faço idéia pelo que você sofre, mas quero lhe trazer uma mensagem da Carta de Amor: “Deus está ao seu lado nesse momento”.

Se você está lendo esta reflexão, tenha uma certeza: seu coração continua a pulsar pelo amor infinito do Deus Criador. Ele é o responsável pelo milagre da sua vida. Você vive unicamente porque é da vontade de Deus que você continue a respirar.

Não posso lhe dizer quais são os planos de Deus para você, mas consigo afirmar sem titubear que Deus te ama com um amor sincero, honesto, desinteressado, puro e verdadeiro. Você pode estar se perguntando como eu tenho certeza disso. Eu respondo: a Carta de Amor que Ele nos deixou, foi escrita com sangue de Gênesis, o início de tudo, à Apocalipse, que significa, revelação. Quer amor maior que esse?

E lhe acrescento mais: Deus anda com você, da mesma maneira que Ele andou com Israel durante 40 anos lhe indicando o caminho que deviam seguir para chegar com segurança à terra prometida. É claro que hoje não vemos uma nuvem caminhando fisicamente como aquele povo via de dia, mas isso não importa.

Ouvi e divido com você: se o ser humano pudesse enxergar o todo: o início, meio e fim de todas as coisas, ele faria exatamente o que Deus decide a cada segundo realizar através da Sua sabedoria. O que isso significa pra você e pra mim? Não importa o que lhe aconteceu até aqui: Deus conhece cada passo seu, e por isso você precisa aprender a colocar a sua confiança no Senhor possuidor dos Céus e da Terra.

Porque sabendo que Deus te ama, tudo que Ele faz é pensando em te ver feliz, talvez não hoje, nem amanhã, mas no dia escolhido a dedo pelas mãos do Criador. Poderia me aprofundar no assunto, pois é vasto e profundo, porém o objetivo é fazer você enxergar que você anda sob a proteção da nuvem de Deus.

Sumariando: se o sinal está vermelho pra você hoje, seja porque não tem o que você gostaria de ter, não se preocupe, Deus está no comando. Prestou atenção? Deus, o Criador e mantenedor de todas as coisas, dono, não de uma empresa ou um só planeta, mas sim dono do Universo, está no controle da sua vida. É para parar e meditarmos na grandeza deste fato.

O conselho é: abra a porta do seu coração para esse Pai que não se cansa de querer abraçar e te colocar no colo, e lhe dar felicidade duradoura, e não passageira. Fica o convite: “ensina-me a fazer a Tua vontade, pois tu és o meu Deus, guie-me o teu bom Espírito por terreno plano” Salmos 143:10

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Matriz


Você vive numa matriz, e ela é imperceptível, a menos que você se toque da sua existência. A cada tempo de vida podemos experimentar uma nova, bem como permanecer na mesma matriz por muitos anos.

A matriz pode ser definida como a lente através do qual você enxerga o seu universo. Ela compreende endereço, telefone, hábitos, rede social, religião, chat, família, escola, trabalho. Uma vez essa matriz formada, ela se torna a sua referência maior. Ela tem a função de propiciar o controle de suas escolhas. Você não a vê, porém ela é muito real.

Não é ruim possuir e viver numa matriz, até porquê é quase que impossível viver fora de uma enquanto o Filho do homem não vier para conduzir os seus eleitos à morada eterna. Faz parte da nossa condição de seres errados, vivermos inscritos numa matriz. No entanto, devemos cuidar para que essa matriz ao qual você e eu estamos inseridos hoje, não nos impeça de conhecer, crescer, experimentar o novo, se o velho já nos contaminou.

Isso mesmo. Uma matriz nos leva a um dos dois estágios: contaminação ou contribuição. Quando a influência do meio passa a lhe fazer mal, ainda que não em proporções de angústia profunda, você inicia um processo de contaminação do seu eu, se tornando o maior prejudicado nas esferas do relacionamento humano.

Exemplificando: Durante muitos anos você permanece morando no mesmo local, convivendo com as mesmas pessoas, respirando o mesmo ar, sem nunca ter experimentado uma viagem que atravesse o oceano. Por quê? A matriz lhe leva a um estágio de conforto e ao mesmo tempo tremenda insegurança do desconhecido. Os resultados são mais que óbvios: contaminação. Todavia, certo dia, você decide sair dessa matriz, talvez por algumas semanas, mas sai. E então você descobre que existe mais: nova cultura, culinária, língua, hábitos, novo sistema sócio-econômico, novo modo de pensar, encarar os problemas, e uma infinidade de variáveis inimagináveis: contribuição.

Depois disso você entra numa introspecção e se pergunta: por que levei tanto tempo? o que tenho feito do tempo que Deus me dá a cada pulsar do meu coração? Sabe leitor e leitora, muitas vezes você só vai dar conta que sua atual matriz lhe está definhando quando o desemprego, a doença, a perda bate à sua porta de modo inesperado. A partir daí, você tenta correr desesperadamente para ser removido da matriz, algumas vezes ainda dá tempo, outras, as oportunidades de novas matrizes já passaram, e só lhe resta chorar com a alma daquilo que você deixou de viver.

Lembre: você é apenas um ponto, menor que um grão de mostarda quando visto sobrevoando acima das nuvens. A viagem lhe proporciona esse e centenas de outros insights. O que dizer então de um novo relacionamento, hábitos de saúde ou até mesmo experimentar o descanso do sábado e seus princípios, aquele que é zelado por Deus desde a fundação do mundo?

Dai a você a oportunidade de conhecer, acessar, experimentar uma nova matriz. Você será mais feliz que hoje e Deus vai continuar lhe amando na mesma intensidade.

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.