sábado, 8 de outubro de 2011

Respeito


A palavra respeito tem sido esquecida nos corações pelo seu significado e aplicação nas diversas esferas do relacionamento interpessoal.

Se parássemos por instantes e fizéssemos lembrar nossa mente o poder e efeito do respeito em quaisquer situações que experimentamos, certamente os resultados colhidos seriam emocionalmente diferentes.

Respeito é ação ou sentimento que leva a tratar alguém ou alguma coisa com grande atenção, profunda deferência, consideração. Respeito é um ingrediente que não pode faltar quando você se relaciona consigo e com os outros.

Você deve praticar o respeito com seus desejos e necessidades em contrapartida do que a vida lhe possibilita num dado momento em particular. Em outras palavras, é preciso aprender a respeitar o tempo que Deus nos coloca e condicionar nossa mente a não forçar que as coisas aconteçam segundo a nossa limitada vontade.

Respeite o que seu coração possa estar sentindo, seja tristeza, rejeição, medo, insegurança, se permita simplesmente sentir. Respeite também que o tempo de Deus não é, na maior parte das vezes, o seu tempo.

Quando você e eu não respeitamos as condições que se encontram desfavoráveis ao nosso querer, não tenha dúvidas, podemos nos machucar e muito, e com que propósito? Se analisarmos veremos que faltar com respeito a ordem natural dos acontecimentos internos da nossa alma bem como externos, não irá nos trazer bens, pelo contrário, contribuímos para que o mal entre e destrua nossos princípios e valores. Ao passo que quando nos respeitamos, temos o maior presente que a vida pode nos proporcionar: paciência, crescimento e sabedoria.

Praticar o respeito com nosso eu é necessário, mas não suficiente se quisermos realmente viver relacionamentos pra lá de saudáveis. Precisamos praticar respeito com as pessoas a nossa volta. Respeitar o espaço de uma pessoa ao invés de invadi-lo com nosso egoísmo, respeitar as experiências bem como o tempo de cada um. E mais, dar respeito aos costumes, pensamentos, limitações e também fraquezas.

Aplicar verdadeiramente o respeito em nossos relacionamentos não é um pequeno desafio, porque o nosso natural é sobrepor o que pensamos, sentimos, falamos e agimos sem considerar quase a outra parte.

Somente a vida, grande professora de nossa existência, pode nos ensinar o verdadeiro respeito que é base se realmente desejarmos estar em plena harmonia com nós mesmos, com os outros e com Deus.

Nenhum comentário:

Autoria

Consultor de negócios e apaixonado por aprender sobre relacionamentos e viver e falar de Deus a você.